Do trauma à recuperação: os gestores de recursos humanos e o processo revolucionário

 

23 de abril

Seminário - IX Ciclo Anual Jovens Cientistas Sociais - 17h00, Sala 2, CES-Coimbra

 

Resumo

O objetivo da apresentação é analisar a contestação e a resposta dos gestores de recursos humanos à crítica dos modelos de organização do trabalho preconizada pelo movimento operário ao longo de 1974 e 1975. Com base quer na documentação produzida por sindicatos e comissões de trabalhadores, quer do boletim Pessoal, editado pela Associação Portuguesa de Gestores, procuraremos demonstrar a relevância deste conflito na emergência de um novo discurso em torno do trabalhador e da empresa.

 

Mais informações em http://www.ces.uc.pt/eventos/index.php?id=8959&id_lingua=1 

© copyright SNESup | Todos os direitos reservados

 
visitas