Seminário Internacional “Religião: Diálogo, Política, Preconceito”

 

Dia 14 de dezembro: 09h00-13h00 | 14h30-16h00

Dia 15 de dezembro: 9h00-13h00, Sala 1, CES-Coimbra

 

Resumo

Os fundamentalismos e intolerância escondem um desejo de superioridade cultural e política, que, de alguma forma, passa pela ignorância a respeito do outro. A modernidade surge com dois propósitos básicos: colocar a religião no campo do privado, e satisfazer as necessidades humanas por meio da associação livre dos seres humanos. O retrato que temos do mundo atual dá-nos conta de que a modernidade, de alguma forma, não conseguiu realizar o seu sonho. Hoje, vemos cada vez mais misturadas ações política disfarçadas de religiosas e vice-versa. Assim, é pertinente que a academia se debruce sobre o tema da religiosidade enquanto dimensão da cultura e sobre as suas consequências sociais e políticas, que se expressam em relações de poder de toda ordem.

 

INSCRIÇÕES | Geral: 20.00€; Estudante: 10.00€

Comissão Organizadora | André Barroso (UNICAMP), Alberta Giorgi (CES), Paula Barata Dias (CECH/UC), Viviane Carrico (APEB/Coimbra), Maria Paula Meneses (CES) e Teresa Toldy (CES)

Organização | Observatório para a Política da Diversidade Cultural e Religiosa na Europa do Sul (POLICREDOS) e Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra (CECH/UC)

Nota: Atividade no âmbito do Núcleo de Estudos sobre Democracia, Cidadania e Direito (DECIDe) e do Observatório para a Política da Diversidade Cultural e Religiosa na Europa do Sul (POLICREDOS)

© copyright SNESup | Todos os direitos reservados

 
visitas