Progressões: dia decisivo

Amanhã, quarta-feira, dia 27 de março, o Parlamento analisa e vota as propostas de clarificação do sistema de progressão obrigatória a aplicar aos docentes universitários e do politécnico.
 
As diversas conquistas que conseguimos, fazem-se de momentos como este. Conta quem está presente e não há nada que contorne esta realidade.
 
Se queremos um sistema de progressões minimamente justo, amanhã estamos na Assembleia da República. Não estar é legitimar a injustiça que nos foi imposta e um sistema profundamente desequilibrado.
 
De Norte a Sul do país há colegas a inscreverem-se para estarem presentes neste momento grande de defesa da nossa profissão.

» Ler Tudo


27M Parlamento

Esta quarta-feira (27 de março) é decisiva para a clarificação das progressões obrigatórias dos docentes do ensino superior.

Esta não é uma questão que remeta para outros, nem se coaduna com qualquer desculpa. A defesa dos nossos direitos só se faz com uma presença efetiva nas galerias do Parlamento.

Isto significa que conta quem está presente.

A agenda ocupada e o desinteresse resultam no continuar da injustiça e do prejuízo para todos.

Para uma melhor organização, a Direção do SNESup está a coordenar o transporte dos colegas para Lisboa, bem como a organizar um processo de inscrição, para que se facilite o processo de entrada nas galerias.

Solicitamos que até às 15h de amanhã (dia 26 de março) se inscreva junto do nosso secretariado, respondendo a este email com os seus dados (nome e número do cartão de cidadão).

» Ler Tudo


Progressões em Votação no Parlamento

Na próxima quarta-feira, na sessão plenária da tarde (início às 15h) serão debatidas e votadas as propostas de clarificação das progressões remuneratórias dos docentes do ensino superior.
 
Este é um momento decisivo para que possa ser reposta a equidade e justiça na nossa carreira.
 
O SNESup realizou um levantamento sobre o número de colegas a quem foi concretizada a progressão remuneratória, partindo de um questionário aos diversos estabelecimentos de ensino superior.

» Ler Tudo


Reuniões Bruxelas Horizonte Europa

A Direção do SNESup reuniu com o Comissário Carlos Moedas, com a eurodeputada Marisa Matias e com a equipa da Comissária Corina Cretu, com vista a preparar o Horizonte Europa e o quadro de política regional 2021-2027.

Tal como afirmámos na primeira sessão da Convenção do Ensino Superior, é fundamental que exista uma articulação entre os fundos estruturais e o Horizonte Europa, potenciando a lógica de Missões.

Neste conjunto de reuniões tivemos ocasião de analisar o desenho institucional europeu, nacional e regional.

» Ler Tudo


8M

Deixamos a ligação para um artigo de opinião da nossa colega Mariana Alves, vice-presidente da Direção do SNESup, que explicam as razões pelas quais aderimos à iniciativa internacional da greve feminista.
 
Trata-se de uma iniciativa global que demonstra que quando as mulheres param, o mundo pára.
 
Num mundo em que o quotidiano ainda é feito de comentários discriminatórios, violência, assédios vários e discriminação, incluindo sobre a gravidez (há casos atuais no Ensino Superior e Ciência de não renovação de contrato, impossibilidade de gozo de licença, obrigação de reposição de carga letivas e outras medidas similares), convém perceber que os problemas existem e, de facto, têm-se até agravado em várias instituições do Ensino Superior e Ciência.

» Ler Tudo


Apoio do SNESup à greve de 8 de março - pela igualdade efetiva de direitos

No ensino superior e ciência, tal com em muitos outros sectores, as assimetrias na participação de mulheres e homens são muito significativas, tanto entre estudantes como entre docentes e investigadores.
  
Este desequilíbrio é por demais evidente quando consideramos as categorias mais elevadas das carreiras de docente do ensino superior. Por exemplo, entre os professores catedráticos apenas 22,9% são mulheres enquanto entre os professores coordenadores existem 46,6% de mulheres, de acordo os dados da DGEEC (Direção Geral das Estatísticas de Educação e Ciência) referentes ao ano de 2017/18. Acresce ainda que, em Portugal, apenas três universidades são dirigidas por uma reitora e apenas um instituto politécnico tem uma mulher como presidente.

» Ler Tudo


Progressões: Grupos Parlamentares apresentam propostas

o SNESup tomou conhecimento de iniciativas legislativas de dois grupos parlamentares, que visam clarificar os critérios de progressão remuneratória dos docentes do ensino superior público.
 
A primeira iniciativa é do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata (PSD), sendo um Projeto de Resolução que prontifica o Governo a clarificar, num prazo de 30 dias, quais os critérios que as instituições devem adotar para a progressão. Além desta clarificação, este projeto de resolução procura também que o Governo garanta às instituições as verbas necessárias para o pagamento das progressões salariais dos docentes do ensino superior público.

» Ler Tudo


Fórum Ensino Superior e Ciência

O SNESup vai organizar no dia 6 de abril, em Lisboa, o Fórum Ensino Superior e Ciência. Trata-se de um espaço de debate deliberativo, aberto e participativo que visa contribuir para a identificação dos desafios que hoje se colocam ao ensino superior e ciência, bem como para a definição de estratégias de ação para os enfrentar. 
 
Esta iniciativa para além da participação de docentes e investigadores, convoca também as diversas partes interessadas no Ensino Superior e Ciência, incluindo atores políticos, responsáveis institucionais, estudantes e dirigentes associativos, antigos alunos, membros de associações científicas, elementos de organizações empresariais e representantes de empresas, movimentos sociais, jornalistas procurando abranger as diversas partes interessadas no Ensino Superior e Ciência.
 
Trata-se de um evento com natureza interativa, onde é assegurada a participação de todos, sendo que os temas em discussão se articulam através de um conjunto de questões, as quais pretende que sejam respondidas numa forma deliberativa.

» Ler Tudo


© copyright SNESup | Todos os direitos reservados

 
visitas